Desfralde, há uma regra?

IMG_1415

 

Olá Mamães Toda Hora!

Depois de muito ler no grupo do facebook Mamães de BG, resolvi escrever como enxergo o desfralde e no que acredito.

Como psicóloga, aprendi na teoria várias coisas e uma delas foi em relação a idade para o controle do esfíncter. Mas também, como já deixei claro em várias colunas que escrevi, muita coisa da teoria, na prática acontece diferente ou em momentos diferentes – pelo menos para mim!

Meu objetivo hoje é acalmar as mães. Acredito que a primeira coisa que precisamos fazer é aprender a RESPEITAR o tempo dos nossos filhos. Não podemos compará-los com outras crianças, nem tampouco querer que eles sejam crianças de “livro”.

Escutei várias vezes da minha mãe que com a idade que o Léo estava eu já estava desfraldada de dia e de noite. Confesso ter me assustado um pouco, pois naquele momento não havia nem se quer cogitado a hipótese de tirar as fraldas dele (e ele também não dava sinais de que estivesse pronto para isso).

Em julho do ano passado, após uma estomatite horrorosa, o Léo com 1 ano e 10 meses, simplesmente me olhou quando peguei a fralda e me disse: “Não quero mais usar fralda mamãe!” Na hora percebi que eu não estava ainda preparada para esse momento e ao mesmo tempo, não poderia ignorar o pedido dele.

Então, decidi (juntamente com a escola) deixar ele evoluir conforme suas condições. Não foi nada fácil (ainda não é!), inverno, umidade, mil cuecas, mil calças que ele sujava durante o dia. Era muito mais de xixi do que de cocô. Para minha surpresa, foi muito mais fácil o cocô do que o xixi. Acredito que ele tenha associado a vontade de fazer cocô com a sensação de dor de barriga. Além disso, ele adora sentar no penico e ler um livro ou uma revista.

Comprei penico, mictório, redutor de vaso. O que funcionou? O penico ou o vaso sanitário (sem redutor, temos que segurá-lo). O mictório ele usa de vez em quando e o redutor ele nunca gostou!

Hoje mesmo na pracinha no final do dia, juntamente com outra mãe com o filho quase da mesma idade do Léo, conversávamos sobre essa questão do desfralde e eu comentei: “Para o Léo o cocô é tranquilo, agora o xixi ainda tem vezes que escapa, dias mais, outros menos e outros que ele consegue segurar”. Por incrível que pareça já fazem 6 meses que estamos na tentativa e ele ainda não consegue entender, em alguns dias, a hora de ir fazer xixi. Pode ser que com 1 ano e 10 meses tenha sido muito cedo, mas como foi um pedido dele não consegui ignorar, talvez o tempo dele seja demorado mesmo…

Sinceramente, não estou preocupada! Muitas vezes se temos uma festa ou vamos em algum lugar em que sei que o Léo vai ficar brincando (dificilmente quando ele está brincando ele quer fazer xixi… daí os acidentes acontecem) coloco aquelas fraldas que são de vestir e digo para ele que estou colocando cueca. Assim evito maiores constrangimentos e ficamos mais tranquilos também. E ele ainda me diz: “é cueca né mamãe, não é fralda… o Léo não usa fralda, o Léo é grandiiiiiiiiiii”. Se está certo, se está errado… se estou confundindo ele ou não, juro que não sei…. Mas uma coisa é certa, um dia ele vai aprender a fazer xixi sozinho, um dia ele vai se virar sozinho, um dia ele será independente…. e quando esse dia chegar, sentirei falta do meu bebê!

Estou louca para saber a opinião de vocês!

Um beijo grande e um ótimo final de semana!

 

 

 

Comentários (12)

  1. Isia hansen

    Ká, que lindo o teu texto! Eu também tive todas essas dúvidas … Com o Mateus , o desfralde foi super tranquilo, rápido… Ele não quis o penico e nem o redutor. Em 1 mês desfraldei ele por completo, mas quando eu pensei que estava tudo ” dominado” ele voltou a deixar escapar o cocô. Como nessa fase eu já estava com a Helena ( super manhosa e grudada em mim) procurei auxílio na escola , e lá me explicaram que era super normal essas ” regredidas”, principalmente pelo fato do ciúme da irmã… Ele realmente prendia minha atenção. Com muita paciência e amor deu certo! Com a Helena… Ah a Helena!!! Helena sempre foi muito livre para seguir o tempo dela ( eu já não tinha mais a necessidade de super estimular, afinal ela seria meu último bebê). Ela demorou mais para tudo, inclusive o desfralde! Mas seguimos na luta!!!! Beijo enorme e parabéns por abordar assuntos tão interessantes!

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Isia minha querida… quanto tempo… que saudades…
      Obrigada por dividir sua experiência com seus dois pimpolhos…
      Fica claro que como segundo aprendemos a respeitar mais o tempo deles, né?
      Mil beijos

      Reply
  2. Bruna Maciel

    Eu comecei o desfralde da minha filha, ela tem 2 anos e 3 meses…eu n sabia o qto é difícil, o cocô ela faz no penico bem direitinho, mas xixi ela n pede, faz cara de paisagem qdo o xixi escapa…eu tenho q estar sempre atrás perguntando e vendo os sinais q ela dá. Espero q passe logo essa fase.

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Bruna querida… sei bem o que essa cara de paisagem… algumas vezes é assim que o Léo faz…
      Força na peruca e vamos lá… Ainda bem que não somos as únicas…
      Mil beijos e obrigada pela contribuição.

      Reply
  3. Greice

    O desfralde da Mariana foi ótimo!!! Nem eu imaginava que seria assim. Eu optei por esperar os dois anos e seis meses conforme a indicação da Pediatra. Lembro bem que na segunda-feira daquela semana resolvi prepara-la mentalmente, ia dizendo que na sexta ia começar a ficar sem fralda e para a minha surpresa na quinta ela acordou e disse que não queria mais fralda… E não teve jeito… Ela tinha internalizado e. NÃO quis mais. Primeiro dia quatro xixi e um cocô na roupa, segundo dia dois xixi… E a noite, ela tbm não quis mais, isso na semana seguinte. No primeiro mês esporadicamente escapava o xixi. Xixi na cama, só duas vezes. Acredito que no caso da minha filha, o segredo foi esperar ela internalizar a ideia de que já tinha crescido. Usamos somente o redudor no vaso, sempre ficava junto, transmitindo segurança. Toda semana colava na parede fotos dela e da família… Criamos um cartaz motivador ( uma para o xixi e duas para o cocô)… E toda vez era uma festa no banheiro… Foi mais fácil do que imaginava.

    Gosto da ideia de desfralde em época de férias e verão… Boa sorte para todas mamães!!!

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Greice… adorei sua história e seu exemplo com o cartaz… que máximo.
      Realmente a criança precisa internalizar primeiro.
      Parabéns…
      Bjs e obrigada pela contribuição.

      Reply
  4. Josirene Crestani

    Olá Karine
    O desfralde nao é fácil, principalmente para o Matheus que passou por cirurgias, mas esse verão estou tentando porém no inicio era uma diversão ficar sem fralda, mas como ainda nao controlava o xixi ele se incomodava em ficar molhado, então começou assegurar o xixi e chorar para colocar fralda! Ok vamos colocar fralda, pênico, vaso não o atraiu.
    Mas agora ele avisa quando faz xixi na fralda, ai pergunto vamos ao banheiro? Não mãe! Ai ele quer tocar a fralda toda hora! Mas acredito que com o tempo tudo vai se resolver, sem pressão ao tempo dele, mas sempre o incentivando.
    Beijos

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Oi Josi!!!
      Que amado… Cada um tem o seu tempo… e como a Samanta falou, precisamos controlar nossa ansiedade mesmo…
      Mil beijos e a vocês e obrigada pela contribuição.

      Reply
  5. sami

    Bom, minha experiência: Aqui esperei bastante, esperei o tempo dele – e o verão! Começamos com 2 anos e 7 meses. No primeiro dia entrei em pânico, pq ele fazia xixi na sala inteira e achava super engraçado. Só acalmei qdo o marido disse: “ele ficou até hoje fazendo na fralda, calma, ele vai aprender” (Sim!! Às vezes os maridos acertam!! Ahaha!) No dia seguinte já estava pedindo e hoje, um mês depois, não usa nem a da noite e são raríssimos os acidentes! Ah, aqui funciona o vaso com redutor! Adesivos como recompensa foram um maravilhoso incentivo nos primeiros dias…e livrinhos sobre isso um tempo antes, existem vários e são ótimos! Percebi que respeitando o tempo dele, mantendo a tranqüilidade, tudo dá certo! O que mais atrapalha – na minha opinião – é ansiedade! Cada criança é de um jeito e tem seu tempo, seu ritmo!

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Que máximo Sá… Nem de noite!!!! Esse Davi é o máximo (e os pais tb…) Parabéns….
      Mil bjs e obrigada por dividir conosco sua experiência.

      Reply
  6. Luci

    Nossa, quando se é mãe pela primeira vez, tudo parece tão assustador!!
    Que bom ler sobre o assunto e compartilhar experiências…
    A Yasmin Luísa está com 1 ano e 9 meses e estou tentando incentiva-la a ir no pinico, sem cobranças, mas percebo uma frustração dela quando fica tempo lá sentada e ñ consegue fazer nada. Digo a ela que não precisa fazer se não está com vontade, mas ela não quer sair de lá, não quer botar a roupa e as vezes até chora dizendo que quer fazer xixi no vasinho…( dá uma pena).As vezes tenho que tirar ela de lá depois de mais de meia hora chorando… fico as vezes angustiada, pensando se foi bom ter apresentado o pinico agora…
    Mas, com muito amor, e paciência vai passar, e estou aprendendo muuuuita coisa, que realmente na teoria fica distante da prática!
    Obrigada…

    Reply
    1. Karine Callegari (Post author)

      Oi Luci!!!
      Cada uma de nós tem uma experiência diferente… mas o que podemos perceber é que nada é fácil… educar requer muita paciência, incentivo, amor e respeito ao tempo de cada um.
      Vai dar tudo certo para nós… e quando essa fase passar virá outra e outra e outra…
      Mil beijos e obrigada por dividir conosco sua experiência.

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>