Bem-vinda a realidade Karine! Momento nostalgia!

_MG_4750

 

Olá Mamães Toda Hora, todas bem?

Sabem aquele tempo em que planejávamos nosso futuro sem ter muita noção de como seria nossa vida? Me lembro que queria casar aos 22 anos (porque minha mães casou com esta idade) e ter filho aos 24! Sempre imaginei ter um casal… Brincava com as bonecas imaginando meu futuro sendo mãe! Era tão intenso que brinquei por muito tempo! Além disso, minha mãe me deu um boneco (menino) chamado Manequinho (mais alguém teve? Pois não me lembro de amigas minhas terem bonecos menino) que vinha com uma mamadeira, cueca, roupa e nas costas, tinha um botão que você apertava e ele fazia xixi!

Não tinha noção, mas ali já estava sendo traçado o meu futuro. Mal sabia o que me aguardava!

Casei aos 28 anos, me divorciei aos 31 e aos 32 reencontrei meu grande amor e com ele estruturei a família tão idealizada! Depois de muitas tentativas veio o Léo, nosso primogênito! Ele veio nos mostrar o quão imenso é o amor que sentimos por um filho. O quanto abrimos mão das nossas coisas por eles. O quanto gratificante é ver sua evolução e descobrir muito juntos. Paciência, amor incondicional, renúncias…

Agora estamos ansiosos a espera do Pedro! Não sei bem como vai ser, mas o medo paira no ar… Incertezas, angústias, felicidades, dois filhos para dar atenção, menos tempo, mais correria e muito, mas muito mais amor envolvido!

Como falei antes, idealizei muito um casal, mas Deus resolveu me mandar dois meninos!

Diz meu marido que é para ver se eu consigo entender os homens de uma vez por toda (kkkkk), o que acho pouco provável! Mas tenho certeza que posso tentar criar homens que sejam sensíveis, companheiros, românticos… Tudo aquilo que nós mulheres queremos e muitas vezes reclamamos.

Talvez não seja tão simples, mas darei o meu melhor para isso!

Não faço ideia o que é ter dois filhos… Sei que um já toma quase todo nosso tempo e não é fácil… ainda mais como o meu Léo, que é ligado no 220v e não fica quieto, nem mesmo dormindo!

Estou mais uma vez  tentando reorganizar minha vida! Repensando carreira, tempo, dinheiro, escolhas…Pois quando nasce um filho a gente também renasce e, a cada dia entendo mais que a qualidade de tempo que dedicamos aos nossos filhos faz toda a diferença. Quero dar o meu melhor, sem me esquecer da profissional, mulher, mãe, amiga, filha… afinal ser mamãe toda hora é ser tudo isso e conseguir dar o nosso melhor sendo feliz.

Daqui a pouco o Pedro estará em meus braços e certamente poderei saber a realidade de ter dois filhos! Hoje vivo na ansiedade, na expectativa… Porém aproveitando meu primogênito ao máximo e converso muito com ele sobre a chegada do irmão. Muita coisa já está acontecendo e estou tendo dificuldade de lidar… e sei que muito mais virá pela frente…

Certamente, daqui alguns anos lembrarei disso com muita saudades, como me lembro da minha infância com um gostinho de quero mais. Daqui uns anos eles não vão fazer tanta questão do meu colo, do meu cheiro, de mexer no meu cabelo, de me abraçar e me encher de beijos… Mas aproveitarei cada segundo para que ele fique registrado na minha memória para sempre.

Um beijão a todas e bom final de semana!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>